In antes casamento dicas listasechecklists planejamento porondecomecar preparativos

6 passos para você organizar uma festa de casamento sem erros

Depois de planejar muito, tudo o que uma noiva quer é um casamento perfeito e sem erros. Mas, para evitar qualquer contratempo, é necessário se organizar se atentar a alguns detalhes, dessa forma você terá mais segurança e diminuirá as chances de qualquer coisa dar errado no grande dia.

Para não esquecer os principais pontos, confira a seguir 7 passos que vão te ajudar, de uma vez por todas, a organizar uma festa de casamento e garantir que no dia mais importante da sua vida não aconteça nenhum imprevisto.


1. Defina um limite de gastos

Antes de começar a preparar a sua festa, defina quanto você pode gastar com tudo. Até porque, tendo esse valor limite como base, é que você vai poder se guiar e pesquisar fornecedores com valores que sejam ideais para o seu orçamento.

2. Faça a sua lista de convidados

Depois que você já sabe quanto pode gastar, é hora de saber quantas pessoas convidar. Lembrando que quanto mais pessoas você convidar, geralmente mais caro fica. Portanto se você não pode gastar muito, o ideal é fazer uma lista de convidados mais enxuta. Além disso, sabendo quantas pessoas terão na sua festa, fica mais fácil solicitar orçamento de muitas coisas, como doces e lembranças, por exemplo.

3. Escolha o local ideal para você

Orçamento definido, lista de convidados feita e data decidida. É hora de escolher o local do casamento. Considere se quer casamento durante o dia ou à noite, ao ar livre ou interno, se no dia, geralmente, chove e se no local tem tenda ou espaço coberto para um plano B, se cabe todos os seus convidados confortavelmente, se o local é de fácil acesso e se é preciso reservar com antecedência, assim como algum detalhe que você não abre mão.

4. Solicite orçamento de doces, bem-casados e lembranças

Lembre-se: É melhor sobrar do que faltar. Lógico que ninguém quer intrusos no seu casamento ou que um convidado leve mais para casa do que a quantidade permitida, mas isso é totalmente possível de acontecer. Então, para evitar que falte e role aquele desconforto de alguém ficar sem lembrança, por exemplo, garanta alguns a mais e fique segura.

5. Escolha a decoração que combina com você e com seu orçamento

A decoração é um ponto importante e revela a personalidade dos noivos. Por isso, na hora de escolher, invista em algo mais personalizado e que você goste, levando em consideração o seu gosto e quanto pode gastar.

6. Pesquise muito

Independente do quanto você pode gastar ou do quanto as pessoas indicaram aquele fornecedor, é importante pesquisar sempre e ter pelo menos 3 opções para decidir qual a melhor de acordo com os pontos que você ache relevante. Por isso, lembre-se sempre de fazer a sua pesquisa, dessa forma você vai terminar o seu grande dia sem erros.

Seguindo esses passos para organizar uma festa de casamento, você terá mais segurança, menos dor de cabeça e muito mais chances de acertar no grande dia. Dessa forma, fica ainda mais fácil relaxar e curtir a festa com seu amor, sua família e amigos, sem preocupações e imprevistos.



É isso aí. :) Me fala nos comentários se você gostou do post e se você tem mais alguma dica para não errar na organização do casamento.

Beijos. Até o próximo post.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In casamento casamentoaoarlivre cerimonia dicas festa lugaresparacasar

5 lugares incríveis (e de graça) pra casar em Fortaleza

Encontrar o local perfeito para o casamento é uma das tarefas mais difíceis dos noivos, isso porque o local precisa ser, além de bonito, a cara do casal e caber no orçamento, né? E por falar em orçamento, isso é quase uma lenda tratando-se de casamento, no geral.

Mas não aqui. Então, fiz uma caçada por Fortaleza e consegui trazer para vocês 5 casamentos que aconteceram em locais públicos daqui, ou seja, de graça. Confere só como foram incríveis.

1. Anfiteatro da Beira Mar

O casamento no Anfiteatro da Beira Mar já saiu aqui no blog uma vez. Se você quiser ver com mais detalhes e mais fotos, é só clicar aqui

A Marília e o Glauco não tinham muita grana, mas tinham 600 convidados. Como ficaria muito caro fazer em um buffet, ele decidiram casar no Anfiteatro da Beira Mar, onde teria espaço para todos e ainda seria de graça

Só precisaram alugar algumas cadeiras, decoração e equipamento de som, e serviram apenas bolo e refrigerante. Foi simples, barato, mas com muito amor e alegria.

Confere só essas fotos. :)

Imagem de um casamento na praia de iracema, no anfiteatro da beira mar, em fortaleza

Casal casando na praia de iracema, no anfiteatro da beira mar, em fortaleza

Casal casando na praia de iracema, no anfiteatro da beira mar, em fortaleza



Quanto custou: Cerca de R$ 6 mil.

Como realizar casamento nesse local: Se você também quer casar no Anfiteatro da Beira Mar, só precisa de uma autorização na Prefeitura de Fortaleza. É só ligar para o número 0800 285 0880 e pedir mais informações.

Onde fica: Av. Beira Mar, 3620. Meireles.

2. Casa José de Alencar

A Vilma sempre sonhou em casar em um local amplo, ao ar livre e com muito verde, mas quando começou a pesquisar em Fortaleza descobriu que iria sair muito caro. Além disso, ela também não queria algo tradicional e a noite, então a busca pelo local ideal não estava fácil.

Então, sua cerimonialista sugeriu que realizassem a cerimônia na Casa José de Alencar, ela foi olhar o local e achou perfeito para o que ela queria: Um local lindo, com um jardim enorme e verde e de GRAÇA!

O casamento foi planejado em 30 dias e foi realizado pela manhã. Foi servido somente um coquetel e bolo, além de uma mesa de doces.

Confere só as fotos desse dia. :)


Preste bem atenção nesta foto. A Vilma me contou que esse foi um dos momentos mais emocionantes do casamento. Acontece que essa menina entrou com uma pomba e nela haviam alianças - de mentirinha - presas, então antes do momento de troca das alianças, a pomba foi solta, o que surpreendeu e emocionou muito os convidados.






Quanto custou: Cerca de R$ 14 mil.

Como fazer casamento nesse local: A Casa José de Alencar é mantida pela Universidade Federal do Ceará (UFC), para realizar eventos no local é preciso ir até a UFC e pedir autorização ao diretor.

Onde fica: Av. Washington Soares, 6055. Messejana. (Fica no Sítio Alagadiço Novo)

3. Passeio Público (Praça dos Mártires)

O Passeio Público foi palco para o casamento da Camila e do Junior. Como eles queriam algo simples, mas cheio de significado, o local, que, além de ser lindo, tem uma história incrível, caiu como uma luva para receber a celebração desse momento.

A ideia foi fazer um picnic pela manhã para, no máximo, 50 pessoas, com uma cerimônia e festa bem simples, com toalha no chão, carrinho de pipoca, algodão doce, crepe e, é claro, muito amor.

Os convidados toparam a vibe do casamento e curtiram muito o momento. Confere só nessas fotos. :)






Quanto custou: Cerca de R$ 3 mil

Como fazer: Se você quer casar no Passeio Público, é muito simples. Na mesma rua do local existe o Centro de Turismo do Ceará (Emcetur), é só ir lá e informar o que você vai fazer no local e qual a data. 

MAS, se você for utilizar algum aparelho de som (que não foi o caso desse casamento), é preciso pedir autorização na Prefeitura, certo? :)

Onde fica: Rua Dr. João Moreira, ao lado da Santa Casa de Misericórdia de Fortaleza.


4. Mercado dos Pinhões

Quem é de Fortaleza sabe que o Mercado dos Pinhões já é conhecido pela sua enorme festa no carnaval, com muitas atrações, música e romances. Isso mesmo!

A Carol conheceu o Vitor (marido dela) no carnaval e partiram juntos para o Mercado dos Pinhões para curtir a festa. Mas, é claro, essa história não acabou por aí e, um tempo depois, eles decidiram se casar no local onde tudo começou.

Eles casaram em uma igreja, mas a festa aconteceu no Mercado. E, apesar de ter dado um trabalhão para conseguir realizar o evento no espaço, com muitas idas e vindas que durou 1 ano de preparo, eles conseguiram realizar esse grande sonho.

Confere só as fotos desse grande dia. :)











Como realizar casamento nesse local: No Mercado dos Pinhões é mais complexo, mas vou te explicar calmamente.

Primeiro, você precisa ir na Secretaria de Cultura de Fortaleza (Secultfor) com um ofício pedindo autorização para realizar o evento no local e explicar no documento todos os motivos de fazer a festa nesse lugar, quantidade de pessoas, duração do evento, etc.

Na Secultfor mesmo eles vão solicitar que você entregue um projeto de decoração e estrutura, porque o local é patrimônio histórico e é necessário obedecer algumas exigências da Comissão de Patrimônios Históricos.

Depois você deve ir até a Secretaria Regional e AMC para pedir outra autorização, porque é preciso, provavelmente, colocar banheiros químicos no local, geradores, entre outros objetos que você precisa explicar que não vão atrapalhar o fluxo ao redor do Mercado, na rua.

Fora isso tudo, você também precisa ir até a Secretaria Municipal de Urbanismo e Meio Ambiente (Seuma) e entregar um projeto acústico do impacto de som. Mas não precisa se preocupar, no local mesmo eles indicam engenheiros que podem fazer o projeto no molde que a Seuma pede.

Além disso, uma ótima dica é conversar com os donos de bares ao redor e dentro do Mercado sobre o casamento, para não correr o risco de ter outro som competindo com o som do seu casamento.

Onde fica: Praça Visconde de Pelotas, s/n. Centro.

5. Theatro José de Alencar

Durante minhas pesquisas, encontrei um maravilhoso casamento no Theatro, mas, infelizmente, apesar da minha enorme procura, não encontrei contato dos noivos que realizaram o casamento nesse local.

Mas, mesmo sem conseguir mostrar um exemplo claro de um casamento nesse local, eu consegui um vídeo na internet do Studio Thell, que vocês podem conferir clicando AQUI. E, é claro, informações necessárias para quem deseja realizar o casamento nesse local. :)



Como realizar casamento nesse local: Eu entrei em contato com o Theatro José de Alencar e o que me informaram é que é necessário pedir autorização na Secretaria de Cultura do Ceará, diretamente com a Socorro Alves, através do email socorro.alves@secult.ce.gov.br.

Onde fica: Rua Liberato Barroso, 525. Centro.


É isso aí, gente!

Me falem nos comentários qual local vocês mais gostaram e se fariam, ou vão fazer, o casamento de vocês em algum desses. :) Ah, e se vocês casaram, ou conhecem alguém que casou, em um outro local público e de graça em Fortaleza, é só me falar que eu complemento esse post, certo?

Até o próximo post. :)

Read More

Share Tweet Pin It +1

13 Comments

In casamento dicas listasechecklists planejamento

Lista de casamento física e online: qual escolher?

BLOG NOIVA CACHEADA: Lista de Casamento Física e Online

A hora de montar a lista de casamento é um dos momentos que mais geram dúvidas entre os noivos. O que colocar na lista? Onde colocar? Fazer lista física? Ou será melhor lista online?

Com certeza, esse momento dá muito trabalho, mas, também, é muito importante, pois marca o início da vida a dois com a escolha dos objetos que estarão no lar de vocês. Por isso, para ajudar você nessa tarefa que, às vezes, tira a gente do sério, eu trouxe a diferença entre a lista de casamento física e a lista online, e ainda tem um bônus com uma lista COMPLETA no fim do post. Heheh

BLOG NOIVA CACHEADA: Lista de Casamento Física e Online

Lista de casamento física.

É mais tradicional. Então, não precisa explicar para os convidados como funciona a lista, já que, geralmente, todo mundo já sabe que é só, praticamente, ir na loja e comprar. 

É mais palpável. Vocês podem ver os itens ao vivo e à cores, haha. Podem pegar, segurar, ver de perto e tirar todas as dúvidas sobre o produto aos vendedores, dessa forma podem escolher os presentes ideais pra vocês.

Facilidade de troca. Se foi comprada em loja física, é só ir lá na loja onde o presente foi comprado e trocar. 

BLOG NOIVA CACHEADA: Lista de Casamento Física e Online

Lista de casamento online.

Acessível. Os convidados não precisam sair de casa e ter que ir em uma loja, pegar fila e etc só pra comprar o presente. É mais fácil acessar um site e comprar bem mais rápido e sem sair de casa.

Pode ser convertida em dinheiro. Sim, existem sites que oferecem isso. Vocês fazem a lista normalmente, os convidados compram, mas o valor das mercadorias compradas é convertido em dinheiro para os noivos.

Mais opções disponíveis. Na loja online tem mais opções disponíveis de todos os produtos e cores.

BLOG NOIVA CACHEADA: Lista de Casamento Física e Online

E aí, gente? Já sabem qual lista escolher? Física ou online? Me falem nos comentários.

Ah, e, é claro, se você quiser acessar a lista completa que eu fiz. É só clicar aqui pra conferir. Lembrando que você deve se basear por essa lista, retirando aquilo que você não quer e adicionando algo que você sentiu falta.

Se você quiser que eu adicione mais algo na lista, ou aqui nesse post, é só me falar nos comentários. 

Até o próximo post.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In

Como escolher o traje do noivo?



Não é só a noiva que se preocupa com o seu traje no grande dia, os noivos estão cada vez mais preocupados com o que vão vestir e buscam sempre mais modernidade e estilo para a sua roupa.

É claro que, além do conforto, o traje deve ser escolhido pensando em vários outros aspectos. Por isso, para ajudar os noivos que estão à procura do traje ideal, eu decidi dar uma ajudinha mostrando à vocês para quais momentos cada traje escolhido serve.

Bora lá?


Smoking ou Black-tie:

O smoking é um clássico, mas é considerado quase informal. Pode ser acompanhado por uma gravata borboleta e camisa branca, como na foto abaixo. Mas não se engane, ele não é exclusivo para a noite. Existem outras opções de smoking, como o modelo summer, que é apresentado em tons mais claros.


Fraque:

O fraque é mais clássico e elegante, e é ideal para um casamento à noite, com um estilo mais romântico, e fica ainda mais perfeito em noivos que são mais altos e magros. 



Meio-fraque:

O meio-fraque é um pouco menos formal do que o fraque e é uma criação brasileira para deixar os noivos com cara de noivo, mas sem toda aquela formalidade. É uma ótima opção para noivos mais baixinhos, pois não acha a silhueta.



Terno:

Essa é a opção mais clássica para casamentos, pois é elegante e nunca sai de moda. Geralmente é usando tanto em cerimônias formais quanto informações, apesar de ser traje bem formal. Dispensa exclusividades, fica bom em qualquer cor e para qualquer pessoa. 

Ou seja: Tá na dúvida? Aposte no terno sem erro.


Colete:

Além dos trajes tradicionais, não é tão difícil perceber que os noivos estão mais modernos e inovadores. O uso do colete é uma dessas inovações que deu super certo.

Mas, calma aí. Coletes sem nada por cima ficam bem melhores em cerimônias diurnas, especialmente no verão. Bom, que garante um frescor. 

Além disso, se o casamento é menos formal e a noiva está usando um vestido mais descolado, o colete cai bem até demais.


Suspensório:

Assim como o colete, o suspensório, sem nada por cima, fica melhor em cerimônias diurnas e mais informais. Além disso, esse acessório é mais descontraído, estiloso e moderno. Pense bem se combina com você e com a cerimônia antes.


É isso, pessoal.

Eu espero que eu tenha ajudado, pelo menos um pouquinho, vocês a entenderem as diferenças entre cada traje e porque escolher cada uma.

E aí? Já escolheram o traje do noivo? Me falem nos comentários qual foi o que vocês mais gostaram. 

Até o próximo post.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments

In casamento diy prewedding

Tudo o que você precisa saber sobre pré-wedding


Depois de muita ansiedade, finalmente tá chegando o grande dia do pré-wedding? E você ainda não pesquisou nada sobre isso e não sabe por onde começar? Calma!

Hoje eu, junto com a Fotógrafa Amanda Chaves, da Ameixas Fotografia, vamos bater um papo com você para te dar todas as informações necessárias antes de você fazer a sua sessão de fotos pré-casamento, certo? 

Bora lá? ;)


Mas, afinal de contas, o que é pré-wedding? A tradução do termo é, literalmente, pré-casamento. Isso significa que uma sessão pré-wedding são aquelas fotos que os noivos tiram antes do casamento.

Há algum tempo essas fotos não existiam da forma como existem hoje, eram feitas em estúdio ou somente no dia do casamento mesmo, onde se resumiam apenas a carro da noiva, igreja, cortando o bolo, brinde entre os noivos e etc. Sim, bem clichê! Mas, para a época, era OK.

Claro que isso mudou. E mudou muito! Hoje os noivos têm diversas opções e podem fazer uma sessão de fotos antes do casamento para começar a sentir um gostinho do grande dia e ainda utilizar as fotos na decoração do casamento.

Legal demais! Mas muitas noivas ficam cheia de dúvidas e inseguranças antes da sessão de fotos, o que é super normal, mas para te ajudar completamente, vamos separar por partes, tá? 




O que fazer antes do pré-wedding?


  • Defina qual o estilo da sessão de fotos. É mais comum? Vai ter algum tema? Vai contar alguma história? Tudo isso também vai influenciar em outros pontos a serem escolhidos.
  • Escolha as roupas. Se for comum, vocês podem escolher roupas que sejam mais leves e claras, assim vocês ficarão confortáveis e a roupa não vai se sobressair, deixando o que é mais importante aparecer mais: Vocês. É claro que se o ensaio for temático, vocês devem escolher a roupa de acordo com esse tema.
  • Defina qual o local. Na hora de escolher o local das fotos, vocês podem pensar em vários fatores para influenciar na escolha, por exemplo: Se o local faz parte da história de vocês, se tem algum significado, se combina com vocês ou com o estilo da sessão de fotos, se é necessária alguma autorização para fazer a sessão de fotos nesse local, se tem algum ambiente, como um banheiro, onde seja possível trocar de roupa, caso vocês tirem fotos com roupas diferentes, é claro, e por fim, se o local é apropriado para tirar fotos, se não é perigoso e se o acesso é fácil.
  • Escolha o horário. Vocês querem fotos no nascer do sol? No pôr do sol? Ao meio dia? Pense no horário também pensando no local, roupas e estilo das fotos. Tudo contribui.
  • Você quer acessórios? Acessórios podem ser plaquinhas, lousas ou outros objetos para fazer fotos mais divertidas e com brincadeirinhas. Se esse for o estilo de vocês, no mercado existem diversas opções de acessórios para pré-wedding, é só escolher o que mais combina com vocês. 
  • Hora de escolher o fotógrafo. Mas porque escolher somente depois de definir tudo do ensaio? Isso porque você já terá decidido muita coisa importante, como dia e horário, e pode dizer isso ao fotógrafo para que ele diga se pode fotografar nesse dia ou não ou, ainda, se dá para ajustar a agenda dele para esse dia. É claro que se você não tem ideia do que escolher, o fotógrafo é a melhor pessoa a te orientar, por isso escolha aquele que melhor faz o seu estilo e converse bastante.
  • Quanto tempo antes do casamento fazer o ensaio? Essa é a dúvida mais frequente de todas as noivas. Não existe uma data correta, alguns fotógrafos dizem 2 meses, outros mais meses. Mas tudo depende com o que você vai utilizar essas fotos. Pense assim, você precisa dar um tempo para o fotógrafo editar a fotos, você receber, fazer um Save The Date, mandar para a impressão ou ainda mandar fazer o quadro para o casamento, caso vá fazer uma dessas coisas. Tudo isso precisa de tempo. No meu caso, por exemplo, vou fazer meu ensaio com 5 meses de antecedência.




O que fazer durante o pré-wedding?


  • Confie no fotógrafo. Muitos noivos ficam nervosos e isso acaba atrapalhando, fique calmo e confie no fotógrafo. Não precisa ficar pedindo para ver na câmera dele como as fotos ficaram ou ansioso para começar/terminar logo. Respire fundo e se deixe levar pelo momento, o fotógrafo saberá o que fazer.
  • Não fique com dúvidas no dia do ensaio. Tudo o que você precisar saber, pergunte ao fotógrafo antes do ensaio e nunca no dia. Não vá com perguntas sem respostas para o ensaio.
  • Não leve várias pessoas para o ensaio. Parece estranho dizer isso, mas é importante total privacidade, há não ser que, é claro, o local seja público e as pessoas fiquem olhando. De qualquer forma, não tem necessidade levar uma plateia para ver o ensaio e correr o risco de deixá-lo nervosos e tímidos, atrapalhando a desenvoltura das fotos.
  • Sem pose pronta, aja pela emoção. Não precisa se preocupar com quais poses fazer ou como se comportar, pense que você ama muito seu(sua) noivo(a) e que, naquele momento, são só vocês dois e mais nada. Lembre-se em confiar no fotógrafo.
  • Relaxe e divirta-se. Sem neuras, apenas relaxe e seja você mesmo(a).



E depois do pré-wedding?

Ninguém nunca diz isso, mas e depois? O que fazemos? Novamente, confie no seu fotógrafo, aguarde suas fotos e comece a organizar suas ideias para saber o que fazer com elas.

Para ajudar, clique aqui e confira um vídeo onde eu ensino a fazer um mural de fotos, onde você pode utilizar as fotos do seu pré-wedding.


É isso aí, gente!

Espero que vocês tenham gostado e que eu tenha conseguido ajudar vocês.

Me falem nos comentários quais outras dúvidas vocês têm com relação ao pré-wedding que eu ou a Amanda podemos responder, tá certo?

Até o próximo post.

Read More

Share Tweet Pin It +1

0 Comments